17 de abr de 2018

Jaqueta jeans bordada

Depois de uma semana com um calorzinho gostoso a chuva voltou forte e trouxe com ela dias cinzentos e um frio úmido que não gosto nada. Mas sei que a chuva e o frio logo irão embora e que os dias agradáveis  e cheios de cores já estão chegando. Enquanto espero o tempo melhorar bordo minha jaqueta jeans com flores, pássaros e borboletas, tudo com muita cor para combinar com a primavera. Já estou pronta para sair e aproveitar bom tempo!





3 de abr de 2018

Luminária

Trabalhar em mais de um projeto é coisa normal para mim e sempre que começo um grande projeto procuro outros menores para fazer ao mesmo tempo, coisas simples e rápidas. É minha formula para não me cansar com o trabalho demorado. Não foi o que aconteceu nestes primeiros meses do ano. Todos os projetos que tinha eram demorados e simultâneos: o buffet, a capa de edredom (reveja aqui e aqui) e a luminária com miçangas e continhas de papel que enfim terminei!  

A cúpula da luminária foi comprada em uma feira de velharias com a intenção de usar no meu cantinho de costura. Iria trocar a fita com a qual era coberta por miçangas e pendurar no teto, mas logo percebi que ficaria muito pesada e mudei para uma luminária de chão. O tripé que pensei no início se transformou em quatro para dar mais estabilidade e as pulseiras de madeira cobertas de miçangas dão um toque charmoso bem como servem para disfarçar a cinta plástica usada para unir os pés. 

  
Fotos da Montagem. 
Unindo os pés com cinta plástica 
Pulseiras de madeira coberta com miçangas para disfarçar a cinta plástica. 
A base metálica que sustenta a cúpula e a lampada. 

27 de mar de 2018

Arte Popular

Arte popular, arte folclorica, folk art, artesanía... qualquer que seja o nome é um tema que enche meu coração e consome boa parte do meu tempo na internet (rs). Adoro navegar em sites dedicados ao tema, me apaixonar e inspirar nas cores, nos detalhes e na beleza das peças. Foi desta paixão que nasceu a vontade de fazer alguns estandartes, sagrados corações e um dala horse com temas a meu gosto e, como sempre, aproveitando para reciclar o que for possível.  

 


O unicórnio que se transformou em Dala horse
Preparando as asas do coração. 
Reciclando bijuterias. 
O velho broche se transforma em Frida. 
Peças entalhadas encontradas em feiras. 

19 de mar de 2018

Buffet recuperado

Finalmente terminei a recuperação do meu buffet! Foram muitas horas de trabalho duro, alguns problemas chatos de resolver - como a porta empenada - e um bocado de ousadia na escolha das cores e motivos, mas valeu a pena e estou muito contente com o resultado. 
Acredito no acaso e este móvel é em exemplo. Na primeira visita que fiz à casa dos amigos Rita e Décio reparei no móvel abandonado em um terreno vizinho. Não comentei nada com ninguém mas achei uma pena uma peça tão bonita ser deixada no mato, estragando sob a chuva e o sol. Minha vontade era pegar e trazer para casa. E aí que entra o acaso:  o Décio, inspirado nos meus trabalhos, resolve recuperar o móvel para usar em sua nova casa, porém desanima quando percebe o tamanho do trabalho e me pergunta se o queria. Respondi que sim sem pestanejar! E foi assim que o buffet, destinado a apodrecer no meio do mato ganhou nova vida e a oportunidade de brilhar e colorir novos espaços.
 
Lateral das gavetas pintadas e fundo forrado com papel de parede. 
As fotos seguintes mostra a evolução dos trabalho de marcenaria.
Montagem dos paineis, do fundo e a mudança nas gavetas. 
Não encontrei nehum marceneiro para refazer a trave empenada, então resolvi recortar a pequena parte chanfrada e colar em uma nova trave.   
O tampo foi a última etapa da montagem.