17 de jul de 2017

Bincando com continhas Hama

Plantei cactos nos meus mini cache-pots em zinco, aqueles que decorei com decalques e que mostrei aqui. Meus cactos estão sempre floridos, verdinhos e divertidos, pois foram feitos com continhas Hama. Gostei tanto da brincadeira que também preparei guirlanda de flores para porta copos e fatias de frutas para as tampas. Para completar a divertida coleção juntei um porta guardanapo em forma de abacaxi.
Farei uma pequena pausa no blog  para aproveitar o verão na companhia da família e dos amigos.
Cactos antes da montagem.
O porta guardanapo antes, 
e aqui sendo remodelado.

10 de jul de 2017

Floreira em madeira colorida

As floreiras continuam em alta por aqui, verdadeiras vedetes da estação, a de hoje é bem colorida, alegre e feita com material reciclado: uma tigela em madeira e um terminal de cortinado. Sou encantada por peças torneadas admiro a habilidade de quem consegue transformar pedaços de madeira bruta em pratos, tigelas, gamelas ou caixinhas. Também sei que para estas peças chegarem a sua beleza final é necessário muitas horas de trabalho, por isso quando encontrei esta tigela sendo descartada trouxe para casa para reciclar e dá-lhe oportunidade de brilhar novamente, mesmo que seja transformanda em uma simples floreira. 

A floreira colorindo a mesa da varanda e ao fundo outra reciclagem feita com pé de ventilador, se ainda não conhece veja aqui.
As peças como encontrei e já montadas esperando a pintura. Para proteger a madeira da umidade coloquei uma bacia metálica entre a planta e o cachepô. 

3 de jul de 2017

Floreira e regador em zinco pintados

Gosto muito de plantas e, mesmo não tendo espaço para um jardim, tenho vários vasos na varanda e na primavera e no verão  elas se multiplicam e se espalham pela casa. Para acomodar tanto verdinho estou sempre à procura de uma floreira e a coleção em zinco da Ikea não passou desapercebida na minha última visita. Foi lá que comprei os cachepôs e um regador para ajudar a cuidar da minha pequena floresta. Antes de espalhar as peças pelos quatro cantos da casa dei um toque de azul turquesa nas bordas e pintei um buquê de flores na floreira grande. No regador e nos minicachepôs usei decalques prontos (daqueles que se colocam na água antes de aplicar) e para textos usei molde vazado e carimbo de letras. Para fixar e impermeabilizar a pintura e o decalque apliquei três camadas de verniz spray brilhante.



Nas duas últimas fotos as peças como chegaram  e deixando ao sol para secar o verniz. 

26 de jun de 2017

Móvel pintado para amigos

Uma das boas coisas que acontece nesta minha vida de nômade é a possibilidade de fazer novas amizades a cada mudança. Foi aqui em Faro que conheci o casal Rita e Décio, pais da fofíssima e querida Vitória, e logo ficamos amigos. Partilhamos o gosto pela cozinha (foi na casa deles que aprendi a fazer arroz de pato) e também pela pintura e artesanato com muita cor. Há pouco tempo os amigos compraram uma linda quinta, para comemorar a conquista e celebrar nossa amizade preparei um presente para a nova casa: um pequeno móvel bem colorido para combinar com as telas e artesanatos feitos Décio. Espero que gostem. 

Primeira etapa.

19 de jun de 2017

Presente para o marido - uma garrafeira

Este ano o presente de aniversário do marido foi uma garrafeira - adoro o nome usado aqui em Portugal para os móveis que guardam garrafas - e ficará no cantinho de lazer que temos na garagem onde marido gosta de assistir aos jogos de futebol e papear com os amigos. O móvel foi feito por encomenda, mas quando recebi achei muito alto e com aspecto "pesado" não combinando em nada como o gosto do marido e meu. Para resolver o problema troquei a base original por pés mais baixos e mudei as prateleiras de madeira por de metal própria para garrafas. Com as alterações o móvel ficou mais leve e bonito, pronto para receber a pintura. Os motivos em trompe l'oeil são os favoritos do marido e por isso foi o escolhido para a lateral; nas gavetas pintei um modelo simples e completei com tachinhas de tapeceiro e puxadores em ferro envelhecido. Com o móvel finalizado foi só colocar algumas garrafas de vinhos da preferência do aniversariante e o presente ficou pronto. 

 


Aproveitando um dia ensolarado para envernizar. 
O móvel antes das mudanças.
E aqui preparando para a pintura. 

12 de jun de 2017

Biscoitinhos de grãos

A receita de hoje é para atender pedido de amigos que provaram estes biscoitinhos aqui em casa ficaram encantados com o sabor e pediram a receita. Se você gosta de sementes com certeza também vai se apaixonar por estes biscoitinhos deliciosos e crocantes. O preparo é muito fácil e o sabor pode variar a seu gosto. Teste e depois me diga se é ou não uma maravilha!


Ingredientes:

1/3 de copo de linhaça (misturei marrom e dourada)
2/3 de copo de água
1/3 de copo de gergelim
1/3 de copo de semente de abóbora
1/3 de copo de semente de girassol
1/2 colher de chá de sal
2 colheres de chá de alecrim seco
2 colheres de cominho
(use os temperos de sua preferência: orégano, alho, manjericão, canela etc.).


Preparo:

Junte a água e a linhaça e deixe de molho por no mínimo 6 horas, (ou coloque a noite para fazer no dia seguinte), A linhaça vai criar um gel, como a clara de ovo,. Junte as outras sementes e os temperos. Forre um tabuleiro com papel manteiga, despeje a mistura de sementes e espalhe em uma camada bem fininha, tendo cuidado para não deixar grandes buracos (costumo fazer esta etapa com a ajuda de uma espátula de bolo). Leve ao formo médio, 100/120 graus, por 45 a 60 minutos ou até secar e ficar crocante, não deve tostar. Retire do forno espere esfriar e quebre em vários pedaços. Guarde em um pote hermético. 

Consistência dos ingredientes misturados.


5 de jun de 2017

Sacolinha de Crochê e balancim

Comecei a fazer esta sacolinha para aproveitar sobras de linhas sem seguir modelo e sem pressa, só juntando as linhas em ponto baixo. O tempo foi passando, outros trabalhos passando na frente e a sacolinha continuava no fundo do cesto esperando para ser terminada. Na última semana consegui completar a faixa marrom, última parte do trabalho em crochê, coloquei forro em tecido listrado e alças prontas em falso couro pressas com rebites. O trabalho de acabamento das alças ficou "quase" profissional graças ao meu balancim, sonho antigo realizado no meu último passeio a 23 de Março.

 Coloquei um forro colorido, assim ficou mais firme e resistente.